domingo, 8 de setembro de 2013

Festinha de criança à la francesa

Sem buffet infantil, sem super produção, sem docinhos tão bem feitos que dão até dó de comer, com um custo minimo e com ainda mais simplicidade que as festinhas de aniversario da minha infancia. É assim que muitos franceses organizam festinhas de aniversario para seus filhos. E, olha, posso dizer que as crianças se divertem muito! Apos um primeiro ano na escola agora o petit tem seu grupinho de amigos e deixei ele mesmo escolher os amiguinhos para a sua festa. Apenas coloquei um limite no numero de convidados.

Muitas festinhas de aniversario francesas funcionam nesse esquema: os pais trazem as crianças pontualmente no horario marcado no convite e vem busca-las 2h ou 3h mais tarde, conforme o combinado. É comum se fantasiar. O tema escolhido foi Cars, uma das paixões do nosso rapazinho. Comprei a decoração pela internet, montei uns copinhos de frutas vermelhas,  o papai fez um bolo em forma de pneu de carro e eu enrolei brigadeiros e beijinhos. Os francesinhos adoraram e alguns não paravam de "assaltar" a mesa! Em muitas festinhas a mesa do bolo é até mais simples, so' tem um bolinho de chocolate e balas. Ah, sim, na nossa festa não tinha refrigerante, so' agua e suco. Criança pequena aqui não costuma tomar refrigerante e essa regra é seguida à risca em casa. Aqui em casa refri não entra e aos 4 anos o petit não sabe o que é Coca-Cola.

A mesa da festa, simples como as mesas das festas da minha infancia (por favor não riam, não levo jeito para essas coisas!)
Quem se encarrega de divertir as crianças nessas festas são os proprios pais! :) Eu me encarreguei da animação da festa e posso dizer que mandei bem. Achei varias idéias legais das mamães francesas na internet. Fizemos brincadeira da estatua, pesca com lembrancinhas-surpresa que enrolamos em papel crepom mas o maior sucesso da festa foi justamente o que não me custou nem um centavo: a cidade no papelão. Peguei um caixa grande de papelão, colei para formar um grande retangulo e colamos no chão. Fiz ruas com canetinha e separei brinquedos como carrinhos, animais da fazenda, dinossauros e blocos de madeira. Eles construiram predios, zoologicos de dinossauros, estacionamentos para carros. Sucesso do inicio ao fim da festa. Durante as 3h da festa sempre havia pelo menos 2 crianças brincando na cidade.

Cidade de papelão
A pesca de lembrancinhas também fez sucesso

Eu estava um pouco apreensiva sem saber se eu e o meu marido dariamos conta de 9 crianças dentro de casa. Varias mães ofereceram ajuda mas achamos que dariamos conta. E olha, foi bem mais tranquilo do imaginamos! A sorte é que o nosso petit é um menino muito calmo e seus melhores amigos também são bem tranquilos. Com 9 "pestinhas" em casa, acho que a experiência teria sido bem traumatica.

Deixamos tudo preparado antes da festa e nos dedicamos 100% às crianças, sem precisar ficar fazendo sala para ninguém e sem medo de pagar mico brincando de estatua com as crianças e bancando à animadora de festa (em francês ainda por cima, veja bem). Fora os brinquedos espalhados, a casa nem ficou assim tão suja. Em 30 minutos de multirão estava tudo no lugar e nem parecia que tinha tido uma festa. As crianças foram embora felizes da vida e o aniversariante amou a festa. Os pais também ficam felizes porque ganham algumas horas de tranquilidade. :)

Avaliação da nossa primeira festa à la francesa: adoramos! Foi uma festa simples, facil de organizar, baratissima e muito divertida. Não estou condenando quem recorre à buffet infantil, eu também paguei um buffet no aniversario da petite que fizemos no Brasil (pela quantidade de pessoas seria impossivel fazer tudo sozinha) e acho até bem pratico nos dias corridos de hoje, mas eu me questiono o motivo de cada vez mais sofisticação nas festas infantis brasileiras. Precisa mesmo tanta super-produção, tanto dinheiro para uma festinha de aniversario, tantos artificios, tantos animadores para entreter as nossas crianças? Sério, gente. As crianças não estão nem ai' para tanto luxo e tanta sofisticação. Os adultos é que adoram complicar.

17 comentários:

Rosana Folador disse...

Muito bom o post, a festa deve ter sido ótima ! A vida feliz é isso: simples assim.

Rosana Folador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natalia Itabayana Junqueira de Mattos disse...

Que bom que as crianças gostaram da festinha e dos docinhos! O importante é isso: a festa é delas, pra elas, e quem tem que curtir tudo são eles, e realmente pouco se importam se a festa é hollywoodiana.

Certa vez assisti um episodio de Bob Esponja e ele se divertia com uma caixa da papelão onde tinha vindo a tv do vizinho. Este não entendia como o Bob podia se divertir com algo simples, enquanto ele tinha gasto todo seu salario com a tv e não se divertia tanto quanto, nem atraia a atenção dos amigos. A graça das coisas, somos nos que conferimos :)
Parabéns ao petit e aos papais!

Alessandra disse...

As festas da minha filha tb são assim, bem caseiras. Sempre na casa da minha mãe, pq é grande e temos muitos convidados (família grande). Como eu moro em outra cidade que não a da família, aproveito a oportunidade para convidar toda a família e amigos próximos para nos vermos. Por isso o trabalho é maior, pela quantidade, mas é sempre muito simples e acho que até "tosco" pq eu mesma faço a decoração e as comidinhas. Comparando com as festas que vamos é tudo simplíssimo, do jeito que era na nossa época de criança. Adoro assim e adorei as tuas brincadeiras para entreter os petits, acho que vou "copiar", hehehe.

Livi (Baianos no Polo Norte) disse...

É isso aí, ficou ótimo! Aqui no Canadá as festas tb são simples. Se tiver um bolo em cima da mesa com uma vela e uns amiguinhos para brincar está bom de mais para a criançada :-)

Andrea Moraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andrea Moraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andrea Moraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andrea Moraes disse...

Muito legal! Em breve passarei por esta situacao aqui em Paris e gostaria de saber se os pais nunca participam mesmo ou se isso depende de cada convite. Obrigada!

Andrea Moraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Helena K. disse...

Dé, foi nesse finde? Parabéns pro Rafinha! Também fui numa festa assim esse finde, da minha cunhada francesa que está morando perto de Campinas. Os pais deixaram as crianças lá na casa dela e nós nos encarregamos da diversão: fizemos uma caça ao tesouro, corrida, dança da laranja (na testa), esconde-esconde, estátua (quando para a música, tem que parar de dançar), entre outras. Me diverti bastante com elas... e como comentei no twitter, teve só suco e água e a criançada pediu muita água pra matar a sede de tanta agitação (o dia tava mega quente também).

E no domingo vi um pique-nique aniversário num parque de São Paulo. Tinham balões, brinquedos e uns tapetes. A mesa foi montada ao lado e estava simples e bonito! Parece que a moda está pegando, tomara que sim! Muito mais divertido pras crianças e fácil de organizar.

Adoro teus posts! :)
Beijos

disse...

Natalia, morri de rir com o teu comentario pq na semana passada aconteceu igual em casa: o Rafael ganhou um presente que a avo' mandou, uma mala nova super fofa, e sabe o que ele mais gostou? Da caixa! O pai fez 2 buracos para os olhos e brincamos um tempao de robô. :)

Alessandra pode copiar a idéia a vontade! Na verdade eu também copiei de algum lugar, nao lembro de onde.

Andrea, nao sei se tem alguma regra. Nas 2 festas que o Rafael ja' foi, eram so' as crianças. Mas varias maes se dispuseram a ficar para ajudar, eu que falei que nao precisava. E tentei deixar claro no convite que o convidado era apenas a criança. Acho que essa escolha é pessoal, cada um faz como achar melhor. Mas para fazer algo realmente simples, achei melhor fazer so' para as crianças, pq é menos coisa para organizar, nao precisa fazer sala... como sei que as crianças eram tranquilas eu preferi assim. Mas deixe claro no convite o que vc prefere.

Helena, na verdade o aniversario dele foi em agosto mas se fizessemos a festa em agosto ninguém ia aparecer! Que bom que esta' tendo um revival nas festinhas tradicionais no Brasil, porque olha, as festas que vejo o pessoal colocando no facebook... parecem mais festas de casamento ou de 15 anos. Super-mega-produçao. Sem falar no povo que ainda nem teve filho e ja' esta' planejando a super-mega-festa de 1 ano. Sei la', mas acho muito exagerado. Tenho lembranças tao gostosas dos meus aniversarios na garagem do predio, minha mae e minhas tias na cozinha preparando os doces, meu pai e os tios enchendo os baloes, arrumando as mesas, arrumando o som. Eram as melhores festas!

Grazi disse...

Dé, que graça seu bebê já está um homenzinho !
E parabéns teve também ?
Abraços.

Fúlvia e Suzie disse...

Adorei!

Na semana passada fiz uma festinha pra Laura que tinha pão de queijo, pipoca, bolo. Chamei umas amiguinhas da Lê, ficaram todas brincando com bexiga, com joguinhos, de casinha e, no final, assistiram a um desenho de DVD na TV.

Todas se divertiram, inclusive a pequena aniversariante. Tb sou daquelas que acha que festa infantil não precisa de tanto luxo e pompa como são feitas hoje em dia. Aliás, a Lê nem gosta de ir em aniversário em buffet quando é muito chique...

Anônimo disse...

Ola Dé, adorei o post sobre aniversarios infantis, me da saudade dos tantos que organizei pros meus... uma mistura da simplicidade francesa com alguns toques brasileiros. E brigadeiro nao podia faltar, os filhos e colegas dos filhos até hoje adoram!! Um outro costume adotado foi a "pinhata" das festas latino (México, Colombia...) La no meu Amazanas, fronteira com Colombia a gente esta acostumado. Sucesso garantido aqui. Beijo. Lucy do Paul McCartney ;-)

Anônimo disse...

Esqueci de escrever, mas acho que vc compreendeu : Parabéns ao seu filho e pelo sucesso da festinha. Nota 10 pros pais. Lucy

Andrea disse...

Oi Adélia,

Eu faço sempre so com as crianças, uma época convidava os pais pro "apéro" no final da festinha quando deveriam vir buscar os filhos, mas eram todos nossos amigos! Acabava sempre em torno de 22h, tendo começaodo as 16h. Era escolha claro! Nunca obrigaçao.
Adorei o post!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...