quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Natal na Alsacia com crianças - parte 3

Finalmente o ultimo post da série Natal na Alsacia!

Reservamos um dia inteiro para conhecer a Cité du Train e a Cité de l'Automobile na cidade de Mulhouse. E valeu super a pena, foi um dos passeios mais legais e sucesso garantido com o publico adulto e infantil. A cidade de Mulhouse em si não tem grandes atrativos, pelo menos foi o que moradores da região nos disseram, então decidimos não perder tempo e fomos direto nos museus.

Cité du Train

Segundo o nosso amigo Wikipedia, o museu do trem de Mulhouse é o maior museu de trens de ferro do mundo. E deve ser mesmo porque o lugar é imenso! São 15.000 m2 divididos em 2 enormes galpões: o primeiro que visitamos mostra varios tipos de trens antigos em um cenario bem interessante. A iluminação é baixa, ouve-se o barulho de trens como se estivessemos numa estação de trem e tem bonecos, moveis e malas decorando o cenario. O outro galpão mostra a historia das locomotivas a vapor, o funcionamento, mostra diversos tipos de trem antigos e modernos.

A idéia de fazer um museu do trem a vapor sugiu no inicio do século XX. Varios lugares em Paris foram cogitados para abrigar o acervo dos trens antigos da SNCF, como a Gare Montparnasse e o Grand Palais. Ficou decidido que os trens ficariam guardados numa cidadezinha da Alsacia e foi somente nos anos 70 que o projeto finalmente saiu do papel e o museu foi criado.

Nosso petit é louco por trens e apesar do passeio ser longo (é trem que não acaba mais!), ele curtiu bastante a visita.  Existe uma salinha com brinquedos para crianças, achei um pouco abandonado mas as crianças se divertiram um pouco. Outra coisa que as crianças adoraram foi uma maquete com um trem em miniatura funcionando.

Adorei entrar num vagão antigo do trem de Paris, que era justo da linha 9, a linha que eu pego todos os dias! O melhor de tudo era o aviso: "Proibido fumar e cuspir" em letras garrafais! :)

Dica boa: se estiver frio NAO deixe seu casaco no vestiario. O primeiro galpão é aquecido mas o segundo não. Ainda bem que carregamos nossos casacos então não passamos frio. Reserve uma manhã ou uma tarde inteira para a visita porque tem muita coisa pra ver.

Site do museu: Cité du Train 

Trens do primeiro galpão


Cabine de controle de um trem moderno e a maquete

Cité de l'Automobile

A historia deste museu de carros é curiosa: dois irmãos italianos, radicados na França, eram 2 importantes proprietarios de industrias texteis na região da Alsacia. Apaixonados por carros, eles iniciaram a enorme coleção particular nos anos 60 e segundo a lenda, com muito dinheiro desviado das proprias fabricas. Os dois irmãos tinham planos de construir um museu de carros para expor a coleção e durante anos trabalharam na restauração dos carros e no projeto do museu. Em 1976, com a crise do petroleo, as empresas foram à falencia e não encontrando compradores, eles fugiram para a Suiça abandonando a coleção de carros e nunca mais retornaram à França.

Em seguida os ex-operarios das fabricas descobriram estupefatos o tesouro que os ex-patrões escondiam! O sindicato se apropriou da coleção e batizou o museu de "Museu dos Trabalhadores", com entrada gratuita para todos. Depois de muita briga, finalmente a coleção foi para um grupo de cidades da região da Alsacia, que decidiu então de abrir o "Museu de l'Automobile".

São 500 carros de 98 marcas diferentes expostos em uma superficie de 20.000m2: desde os primeiros carros (1878 até 1920), passando pela era dourada das carrocerias (1920 a 1950) e finalmente os carros modernos. Tem também uma grande coleção de carros de corrida, tanto antigos quanto novos. Para os conhecedores de carro, essa é a coleção mais importante do mundo da marca Bugatti.

Tenho que dizer que sou dessas pessoas que não manjam absolutamente nada de carro e mal consigo diferenciar um modelo de outro, mas eu fiquei encantada com esse museu. As instalações são belissimas, os carros muito bem conservados e a exposição deles é muito bem feita. Antes de percorrer as alas dos carros, é legal fazer a visita num pequeno trenzinho que passa por todos os corredores e fala um pouco sobre o museu.

E' lindissima a ala dos carros "Chefs d'oeuvre", so' com carros pra la' de chiques. O carro mais caro e mais importante da coleção é esse "humilde" Bugatti no valor de 40 milhões de euros.

40 milhões de euros, num carro que bebe gasolina até não poder mais. Bonitão, mas no thanks!

Segundo o guia, os carros são limpos TODOS os dias e nos dias em que o museu não abre, os tecnicos trocam oleo, consertam e rodam um pouco com os carros. Ele falou que todos os carros do museu funcionam perfeitamente. Uau!

Tem uma area para crianças e um mini-kart, a partir de 4 anos. Tem também fliperama de corrida de carro.



Entrada do museu

Um pouco da coleção

Resumo do nosso passeio em Mulhouse: adoramos! Como vocês puderam ver, os 2 museus são lindissimos e as crianças adoram. Para quem esta' passeando pela região, vale super a pena o desvio.

O museu do carro fica perto da estação central de trem mas o do trem fica em uma area industrial mais distante. E' possivel chegar de onibus mas o mais simples mesmo é ir carro. Mulhouse fica a 1h20 de carro de Strasbourg.

Cité du Train
Onde: 2, rue Alfred de Glehn - 68 200 Mulhouse (fica longe da estação de trem)
Quando: aberto todos os dias das 10h as 18h, fechado às terças
Quanto: 10,5€

Cité de l'Automobile
Onde: 15 rue de l’épée 68 100 Mulhouse (perto da estação central de trem)
Quando: aberto todos os dias, menos dia 25/12
Quanto: 11€

Em agosto de 2014 foi inaugurado o Parque de atrações do Pequeno Príncipe, próximo da cidade de Mulhouse.

Leia também:
Viagem à Alsacia - parte 1 (feirinhas de Natal)
Viagem à Alsacia - parte 2 (cidades da região)
Parque do Pequeno Príncipe na Alsácia

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...