segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Curiosidades natalinas

Nosso calendario do Advento
Um costume do Natal que conheci aqui na França foi o Calendario do Advento, como esse ai' da foto ao lado. O calendario do Advento nada mais é que um calendario que vai do 1 ao 24 de dezembro, onde em cada bolsinho (ou portas, em outros tipos de calendario) tem guloseimas, em geral chocolates. E' uma especie de contagem regressiva para o Natal.

Segundo o nosso amigo Wikipedia, este calendario tem origem alemã onde no século XIX os adultos distribuiam imagens de santos para crianças, todos os dias de dezembro até o Natal, de forma a canalizar a  ansiedade delas. Na década de 20 foi comercializado o primeiro calendario do advento e em 1958 o primeiro calendario com surpresas de chocolate! Sei de algumas familias no Brasil, sobretudo as de origem alemã, que fazem o calendario do Advento no mês de dezembro.

Aqui na França é comum as familias com crianças fazerem o calendario. Podemos compra-lo pronto no supermercado ou então podemos comprar um calendario em tecido como esse que eu comprei, que da' para usar todos os anos (achei numa papelaria). Basta incluir os chocolates! Esse é o primeiro ano que fazemos o calendario em casa. Estou achando otimo por 2 motivos: primeiro porque o meu filho esta' aprendendo a noção do tempo e dos dias que passam e segundo porque ele esta' aprendendo a ser paciente e não comer os chocolates dos outros dias (pelo menos até agora).

Outro costume diferente que temos aqui é a arvore de Natal. Aqui na França, e imagino eu, no resto da Europa também, é comum montar a arvore de Natal com um pinheiro de verdade. Todo ano, no inicio de dezembro, encontramos em supermercados ou floriculturas pinheiros de verdade cortados. Também é possivel achar pinheiros com raiz para replantar depois no jardim. Apos o Natal, as prefeituras das cidades costumam disponibilizar um serviço de coleta dos pinheiros para reciclagem/compostagem.


No inicio eu achava pouco ecologico usar um pinheiro de verdade. Imagina arrancar pinheiros de centenas de km2 de florestas somente para enfeitar as casas para o Natal, quando podemos simplesmente reutilizar a mesma arvore durante varios anos! Mas lendo alguns artigos por ai', parece que o impacto ambiental de um pinheiro de verdade é menor que uma arvore articifial. A maioria dos pinheiros articifiais são produzidos na China, emitindo CO2 tanto na produção quanto no transporte, além de serem derivados do petroleo. Quando jogado fora, o pinheiro artificial não é bio-degradavel. Ja' os pinheiros naturais plantados segundo as normas européias não provem de deflorestamento e devem ser distribuidos em cidades proximas de preferência, reduzindo assim o impacto ambiental.

Para não ter impacto nenhum, melhor mesmo é não ter arvore nenhuma. Mas qual seria a graça de uma casa com crianças sem arvore de Natal em dezembro, não é mesmo?

2 comentários:

Helena disse...

Na minha infância, tínhanos um vizinho que plantava um pinheiro no jardim e no Natal cortava pra montar a árvore. O pinheiro era gigante e encostava no teto, eu adorava! E eles crescem super rápido, no outro ano, já tinha outro lá grandão :) La no sul tem bastante pinheiro, então, muita gente usava o de verdade. Mas aqui em SP vi gente vendendo na porta da casa pinheirinhos naturais, de repente também está surgindo essa ideia...

Camila disse...

Muito legal seu blog! Tenho duas petites e o conteúdo daqui é muito mão na roda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...