domingo, 16 de setembro de 2012

Lactarium de Paris

Banco de leite materno da região de Essone - outras imagens aqui

Na França as mães são absolutamente livres para escolher se amamentam ou não seus bebês. Na maternidade a sage-femme (parteira) pergunta apos o parto qual é a opção da mãe. No caso da mãe optar por amamentar ela tera todo o acompanhamento necessario para fazê-lo (se ela tiver sorte de estar numa boa maternidade). Se ela optar pelo leite artificial, a sage-femme lhe receitara um medicamento para secar o seu leite e lhe dara alguns conselhos relacionados à higiene das mamadeiras, etc. Ninguém critica ou repreende a mãe que opta pelo leite artificial ou proibe quem quer amamentar o seu bebê em lugares publicos (com exceção da Disneyland que andou pagando mico uns tempos atras). 
Entre aquela que amamenta e a que opta pelo leite artificial, existem aquelas que querem amamentar mas não podem. Algumas por motivos fisiologicos, outras por uma questão de tempo - porque tiveram bebês prematuros e ainda não produzem leite o suficiente -, outras por stress e outras por motivos inexplicaveis. Nesses casos, as mães que querem absolutamente que seus bebês sejam nutridos pelo leite materno tem que recorrer aos bancos de leite, ou lactariums.
De acordo com o site da Rede Brasileira de Bancos de leite humano, no ano de 2011, 167.286 mulheres doaram seu leite para a rede de bancos de leite no Brasil, beneficiando 169.267 bebês. Infelizmente não encontrei os numeros franceses. De acordo com o site - muito pobre em informação por sinal - da Associação dos Lactariums da França, o pais conta apenas com 18 bancos de leite. O Brasil tem atualmente 319. Claro que o Brasil é um pais muito maior que a França, ainda assim a França tem a maior natalidade da Europa, com 2,01 filhos por mulher (no ano de 2011)! Se você pensa que no Brasil essa a taxa de fecundidade é maior, se engana: em 2009 a média foi de 1,94 filhos por mulher.
Desde 2005 o numero de bebês prematuros nascidos por aqui é estavel: 11 para 1000 nascimentos antes de 33 semanas e 64 para 1000 antes de 37 semanas. O que quer dizer que em 2011 aproximadamente 52928 bebês nasceram antes das 37 semanas  e 27291 nasceram antes das 33 semanas de gestação. Convenhamos: é muito bebê prematuro precisando de leite materno (isso sem contar todos os bebês que nasceram a termo e que também não puderam ser amamentados)!

Mas o que é necessario para doar o seu leite? Primeiro, contatar o banco de leite mais proximo de você (veja a lista aqui). Entrando em contato com o lactarium, eles darão todas as indicações de como fazer a doação. Para adiantar, a doadora precisara primeiramente realizar um exame de sangue a cada três meses para eliminar o risco de transmissão de doenças virais. E aqui vai o passo a passo da colheita (descrito no site da Associação dos lactariums da França):
Primeira condição: ter um congelador à disposição. Aconselha-se também  doar o leite apos o sexto mês do seu bebê (pois a produção ja esta estabilizada e a rotina da mãe e do bebê também).
A mãe pode ordenhar manualmente ou utlizar uma bomba (manual ou elétrica) que o proprio lactarium disponibiliza para as doadoras (com todos os acessorios necessarios). Além disso o lactarium também disponibiliza as mamadeiras para armazenamento e pastilhas de esterilização à frio.
Antes da colheita do leite a doadora deve lavar os seios e as mãos com sabão neutro e sem perfume e seca-los com um lenço de papel. Apos o leite coletado e armazenado nas mamadeiras esterilizadas, ele deve ficar 24 horas na geladeira (ao fundo e nunca na porta) e depois deve ser passado para o congelador onde pode ficar por até 4 meses. No caso de varias colheitas durante o mesmo dia a doadora pode acrescentar mais leite à mamadeira da geladeira (mas não à que ja esta no congelador). A equipe do lactarium se desloca a cada duas semanas até as doadoras para recolher o leite armazenado que em seguida sera analisado e  pasteurizado para depois ser distribuidos às maternidades.
Infelizmente o Lactarium de Paris ainda não tem site e são poucas as informações que encontramos na web sobre o assunto. Eu por exemplo não pude amamentar e mesmo buscando ajuda especializada, nunca ninguém fui informada sobre a existência de um banco de leite materno em Paris.
Então ficam aqui dois recados: se você não pode amamentar mas quer dar leite materno para o seu bebê, contate o lactarium mais proximo e informe-se!

E por fim, ajude você também a divulgar o Lactarium e se puder, doe seu leite.

Lactarium de Paris
Tel 01 40 44 39 14 / 16
Institut de Puériculture et de Périnatalogie
26 Boulevard Brune
75014 PARIS



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...