domingo, 10 de junho de 2012

Passeando em Paris com carrinho de bebê

Uma das principais duvidas do pessoal que vem para Paris com criança é com relação ao transporte: os metrôs tem escada rolante? O uso da cadeirinha é obrigatorio? Pode entrar com carrinho nas atrações turisticas? 

Metrô
A maior parte das estações de metrô não tem elevador nem escada rolante. Em algumas, inclusive, tem escadarias enooooooormes. Então da' um pouco de trabalho pegar metrô se você estiver com carrinho de bebê. Mas não chega a ser missão impossivel, ainda mais se você estiver acompanhado de outro adulto para ajudar. Aqui em casa damos sempre preferência ao metrô quando saimos todos juntos. E' sem duvida o meio de transporte mais rapido e eficiente da cidade.

Alguns modelos de carrinho do tipo guarda-chuva, como os Maclaren, passam tranquilamente pela catraca normal. Mas se for um carrinho mais largo, nem todos conseguem passar. Nesse caso existe quase sempre uma porta ao lado das catracas, proprio para a passagem de carrinhos ou malas grandes. Se você estiver na frente do guichê, é so' fazer um sinal pro funcionario que ele abre, e valide o seu ticket na frente dele em uma das catracas. Se não tiver guichê, use o interfone ao lado dessa porta. E ai' é torcer para que alguém venha abrir a porta pra você.

A grande sacada para não tornar a viagem cansativa por conta do sobe e desce das escadarias do metrô é explorar uma região por dia, minimizando assim os trajetos de metrô.

Onibus
A grande vantagem do ônibus é a facilidade de subir e descer com o carrinho. Sempre que estou sozinha com as crianças, dou preferência ao onibus porque não consigo de descer e subir carrinho sozinha e ainda ter que dar a mão para o mais velho. So' pego metrô quando tem alguém junto para ajudar (prefiro não contar com a boa vontade alheia que nem sempre é facil de se encontrar).

O correto é entrar pela porta da frente junto com os outros passageiros, validar o ticket e estacionar na parte dedicada aos carrinhos, que fica na frente da porta de saida, mas somente os carrinhos meio estreitos conseguem passar. Se o carrinho de bebê for mais largo que a entrada do ônibus, o motorista deixa entrar pela porta da saida (no meio do ônibus). So' não esqueça de validar o ticket na maquininha na entrada do onibus (deixe o carrinho com freio!).

O problema de pegar ônibus com carrinho é quando ele esta' cheio. Existe uma regra que diz que so' podem ter 2 carrinhos abertos no local dos carrinhos. Se um terceiro carrinho chegar, é preciso dobra-lo. Mas na pratica ninguém respeita isso. Primeiro porque cabem 3 carrinhos com folga, como vocês podem ver na foto abaixo e segundo porque nem sempre (quase nunca, eu diria) é possivel tirar todas as tralhas do carrinho, pegar o bebê no colo para dobrar o carrinho. Quando se esta' sozinho então, é tarefa impossivel. Entao quando o onibus esta' lotado e com varios carrinhos abertos, fica sempre aquela situação meio constrangedora: "e ai', quem vai dobrar?". Sempre que possivel evite onibus na hora do rush.

No site da RATP você encontra os trajetos de todas as linhas de onibus.



Taxi
O uso da cadeira de bebê é obrigatorio aqui na França, porém a lei não é valida para os taxis. De acordo com o Office de Tourisme de Paris e é permitido levar o bebê no colo dentro do taxi. Os taxistas não podem recusar passageiros com bebês ou crianças. Em algumas empresas de taxi que fazem transporte para o aeroporto, é possivel reservar cadeirinha de bebê. Em breve um post sobre esse assunto!

Motorista particular
Para os que prezam pelo conforto é possível contratar serviços de motorista particular não apenas para traslados como também para city-tours, passeios para fora de Paris ou mesmo para viagens pela França. Recomendamos o serviço da empresa de motoristas brasileiros França entre Amigos.

Carro
O uso da cadeirinha de bebê é obrigatorio para os carros. Na maioria das agências de aluguel de carro é possivel reservar a cadeirinha (é pago). Ou então também é possivel alugar numa agência de aluguel de artigos de bebê como a baby'tems.

Andando a pé
Com exceção de alguns pontos da cidade, como Montmartre, Paris é uma cidade plana e as calçadas são boas. E' bem tranquilo andar de carrinho de bebê pela cidade. Muitos restaurantes costumam ser bem apertadinhos, então sempre que possivel é bom deixar o carrinho dobrado em algum cantinho indicado pelo garçom.

Carrinho com suporte acoplado para o mais velho
Atrações turisticas
Em quase todas as atrações turisticas é possivel entrar com carrinho de bebê. Nos poucos lugares onde não é permitido, como dentro do Palacio de Versailles (nos jardins pode) e no Museu de Arte Moderna, sempre tem uma guarda-volumes onde deixar o carrinho com toda a segurança.

Levar ou não carrinho, eis a questão!
Acho que este ponto depende muito da idade das crianças e de como vai ser a viagem. Se forem pequenos, o carrinho de bebê é sempre importante para não judiar das costas dos pais! Um sling para os bem novinhos também é sempre bom porque eles gostam de ficar agarradinhos e assim não precisam passar o tempo todo presos no carrinho. Para crianças que ja' andam bem mas se cansam rapido (entre 3 e 6 anos) acho que carrinho pode ser uma boa alternativa para eles poderem descansar ou tirar uma soneca depois de um dia corrido. Uma opção interessante com 2 pequenos é um suporte acoplado ao carrinho para o maior ir de pé  sem precisar andar, como na foto ao lado. Para os maiores, uma idéia divertida é usar patinete. Para quem não quiser levar carrinho é possível alugar um em empresas especializadas.

8 comentários:

Priscilla disse...

Olá! Muito interessante seu blog! Por favor, gostaria de uma informação: no metro, com crianças na idade pagante, colocamos os tickets e podemos passar juntos na catraca ou precisamos passar separados?, cada um em uma catraca, pq me preocupo da crianca passando sozinha na catraca! Obrigada!

disse...

Priscilla, criança paga a partir de 4 anos a tarifa reduita e cada um paga separado. Da' para ajudar a criança a passar, nao é atao complicado! Fica tranquila!

Priscila disse...

Estou na maior duvida sobre o carrinho... tenho 2 meninos gemeos de 6 meses e 1 menina de 3 anos, vamos a Paris no final de março e nao sei se conseguirei andar com o carrinho de gemeos + o carrinho individual da minha filha. Tinhamos pensado inicialmente em alugar um carro.. mas soube que e bem dificil estacionar... mas andar de metro eu teria que levar so o de gemeos e minha filha nao teria onde fazer um soninho.. o que vc acha?

Priscila disse...

Vai somente eu e meu marido...

disse...

Priscila, desculpe a demora em responder. Olha, andar em Paris com 3 crianças pequenas vai ser uma aventura e tanto. Nem sei como te aconselhar. Realmente carro é complicado, é muito dificil estacionar alem de ser caro. Uma opção é alugar um carrinho duplo (nao o lado a lado, mas o que vai um bebe atras do outro) e acoplar um buggy board atras para a pequena de 3 anos. Mas para pegar metrô vai ser dificil tb pelo peso... talvez o mais simples seja evitar metro e usar taxi ou serviço de transporte particular se vcs tiverem condicoes (veja no nosso link parceiros). Boa sorte!

Aretha disse...

Ola! Gostaria de saber sua opinião a respeito de alugar carro para se deslocar em Paris. Eu, meu marido é minha filha de 2 anos com o carrinho guarda chuva ficaremos uma semana em Paris. Inicialmente faria tudo de caro, mas após ler seus posts, percebi que nao é tão comum fazer os passeios de carro! Vamos para Provence e riciera francesa depois. Você acha melhor pegarmos o carro só no último dia para pegar a estrada? Outra dúvida. com relação às estradas locais, há local para parar e banheiro? Obrigada pelas dicas!

disse...

Olá Aretha, sem duvida alguma se deslocar de carro em Paris é a maior roubada. Há poucos estacionamentos e é muito dificil arrumar vaga para estacionar. Melhor deixar para pegar no ultimo dia. As estradas são muito boas e há muitos locais para parar chamados "aires", que são áreas de descanso com banheiro, as vezes com mesas de piquenique e playground para as crianças. Há também postos de gasolina com restaurantes.

Em Paris prefira o metro ou onibus. Eu sempre aconselho a fazer o roteiro de forma a usar o metro o minimo possivel quando se está com carrinho de bebê (ida e volta), separando por regioes. Assim não fica tão cansativo. No pior dos casos usem taxi ou serviço de motorista (leia sobre o serviço França entre Amigos), mas não use carro alugado em Paris.

Boa viagem!

Aretha disse...

Dé, muitíssimo obrigada! Seguirei sua dica! Com certeza com a ajuda dos seus roteiros não será difícil! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...